Notícias
Home Notícias Detran-PB divulga balanço da Lei Seca durante o período junino
'
PDF Imprimir E-mail
Escrito por Assessoria de Comunicação do Detran-PB Qua, 05 de Julho de 2017 17:14

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), por meio da Operação Lei Seca, flagrou 135 condutores por dirigir sob efeito de álcool, durante os festejos juninos deste ano. Além disso, ocorreram mais 243 notificações pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro nas cidades de maior concentração de eventos durante o período, a exemplo de João Pessoa, Patos, Cabedelo, Campina Grande, Santa Rita e Bayeux. 

Segundo o chefe da Divisão de Policiamento e coordenador da Lei Seca, capitão Carlos Eduardo de Melo, no período de 2 de junho a 2 de julho, foram registrados 1.532 testes de bafômetro. A operação ainda resultou na apreensão de 103 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 44 veículos aos pátios do Detran da Paraíba. 

“Durante o mês de junho, marcado pelas tradicionais festas juninas na Paraíba, o Detran promoveu vários eventos com o intuito de minimizar as ocorrências envolvendo o consumo de bebida alcoólica agregado ao ato de dirigir. Dentre esses eventos, destacamos a intensificação da Operação Lei Seca, nas cidades consideradas polos de grande concentração de pessoas, neste período do ano, quando coincidem as férias escolares com os festejos juninos”, enfatizou o capitão Carlos Eduardo.

Segundo ele, comparado ao mesmo período de 2016, foi identificado um aumento de 16% quanto à remoção de veículos apreendidos e uma diminuição de 21% de pessoas flagradas com sintomas de embriaguez, mesmo com um acréscimo significativo da quantidade de veículos abordados (1.341). “Isso comprova que a política de ações preventivas elaboradas pelo Detran vem surtindo efeito e trazendo para nossa sociedade uma maior segurança em nossas pistas automotivas”, afirmou. 

O chefe da Divisão de Policiamento do Detran destacou ainda que, durante este período, foi realizada a maior Operação Lei Seca desde seu surgimento, “tendo em vista que atuamos em três cidades polos do nosso Estado ao mesmo tempo, durante 3 dias consecutivos, sendo João Pessoa, Campina Grande e Patos, mobilizando cerca de 54 agentes de trânsito, 60 policiais militares, 12 policiais civis e 12 bombeiros, gerando assim todo aparato técnico-profissional para que todas as ocorrências fossem solucionadas com maior agilidade”.